sábado, 10 de abril de 2010

Do Aroma de Tomate

O toque nas folhas tenras
E o aroma se espalha.
O fruto, ainda tímido,
Desponta e espreita,
Cautelosamente,
O próprio desabrochar.
Ontem, apenas semente
Jogada na terra
Onde a vida recomeça.
Flor tão pequenina
Cheira à menina
Mesmo franzina
É masculina
E se chama tomate.

(Bernardete Ribeiro - 2008)

Um comentário:

  1. ADOREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI.. rs , bem engraçadinho ! rs

    ResponderExcluir